sexta-feira, 24 de julho de 2020

Serra pede ao STF foro privilegiado em inquérito de caixa dois em 2014

 
A defesa do senador José Serra (PSDB) pediu ontem (23) ao Supremo Tribunal Federal (STF) que o inquérito que investiga o ex-governador de São Paulo, no
âmbito da Operação Lava Jato, seja enviado à Corte, sob argumento de que o parlamentar possui foro privilegiado.

No pedido, os advogados de Serra alegam que a ação contra ele que corre na 1ª Vara da Justiça Eleitoral de SP investiga fatos que extrapolam a campanha dele para o Congresso em 2014 e envolve fatos referentes ao mandato dele no Senado, quando ele já tinha direito ao foro.
“As passagens da representação policial escancaram que a finalidade da investigação em curso contra José Serra vai muito além do que o período das eleições de 2014 ao Senado Federal, contemplando também fatos diretamente praticados no desempenho de sua atual função como membro do Congresso Nacional. (…) É inadmissível que uma investigação contra um Senador da República por fatos alegadamente praticados no mandato em curso e a ele relacionados seja subtraída do controle desse Supremo Tribunal Federal”, escreveu a defesa do senador.
*M1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, não refletindo a opinião da equipe deste blog. Todos os comentários serão moderados pela direção deste blog, sendo que os mesmos deverão ser identificados para serem aceitos, seja qual for o seu teor.